Voltar

+ Comunidade +

Economia Sintrópica

Economia Sintrópica

Criado por: dax

Comunidade de livre aprendizado e co-criação de experiências abundantes através da aplicação dos princípios da agricultura sintrópica de Ernst Götsch no desenho de soluções para as necessidades de uma comunidade vivendo no paradigma da abundância.

O texto a seguir foi extraído do post "Economia Sintrópica", no site Medium.com, onde Paulinho Uda faz analogia dos conceitos de agricultura sintrópica com o que seria um modelo econômico abundante (sintrópico).

1- Em uma economia sintrópica o sistema deve produzir mais energia do que extraí-la (sustentabilidade). Isto é possível aumentando a diversidade de sistemas (colaboração) e, para aumentar a diversidade, é necessário que a energia excedente de outros sistemas sintrópicos similares em estágio mais avançados alimentem os sistemas que se encontram em estágios antecessores (compartilhamento).

Nota: parte da energia potencial de um determinado sistema é convertida em energia produtiva até atingir o ponto de equilíbrio (break-even) para sustentabilidade do próprio sistema e a energia excedente deve ser direcionada para outro sistema.

2- Todo o excedente de energia (lucro) que for gerado por um sistema, deve ser usado para alimentar outro sistema, não podendo ser acumulado. O acúmulo de energia (poder) aumenta a entropia, ou seja, a desordem do sistema. Ao passo que o compartilhamento de energia cria o fluxo necessário para girar o motor dessa economia.

3- A energia excedente de cada sistema deve alimentar outro sistema antecessor dentro do mesmo ecossistema , podendo também ser direcionada para alimentar um sistema externo, desde que este também seja um sistema sintrópico. Se for direcionado para um sistema menos eficiente (mais entrópico) essa energia tende a gerar mais calor do que trabalho no processo de transformação. Essa ineficiência vai consumir mais recursos do que sua capacidade de geração e tende a esgotar todos os recursos e dissipar-se com o tempo.

4- Os sistemas devem partir de interações simples e avançar para interações mais complexas conforme ganham eficiência e aumentam a diversidade de sistemas através do compartilhamento de energia produtiva (fluxo).

5- Aumentar a diversidade de sistemas é a chave para a evolução do sistema todo.

6- Um sistema “saudável” se interliga com um grande número de sistemas em estágios mais avançados e antecessores.

7- Numa economia sintrópica a percepção de valor será obtida mensurando a capacidade de sintropia de um determinado sistema e entre a combinação de diversos sistemas. Ou seja, podemos dizer que quanto mais sintrópico for um sistema, mais eficiente ele será. Quanto mais sintropia entre sistemas diversos, mais resultados eficientes, mais valor.

Chega junto em nosso grupo no Facebook!

_Objetos